‘’ A nudez do corpo é a idéia que vaga solta no campo das fantasias, Abre portas, ressuscita sonhos e incendeia as emoções’’. Ademir Antonio Bacca

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Jean Kranko, Matthias Vanelli trio

Conto !!!!!


 Fui comido por um amigo hetero!!!













Moro perto da Praia aqui em Recife e sempre estou bronzeado, o que realça minha cor. Bem, a história que irei contar aconteceu em novembro de 2007. Eu tenho um amigo chamado M, sempre fui doido por ele, mas nunca revelei para ninguém esse desejo e achei que jamais poderia rolar algo já que ele é militar e todo metido a machão, come todas as meninas do bairro, ele realmente é um gato.


M vinha sempre na minha casa depois que saia do quartel, para entrar na internet e ver seu Orkut, seus e-mails, coisa e tal. Um dia ele chegou e eu estava dormindo no meu quarto, minha mãe pediu que ele subisse até meu quarto porque eu estava lá, quando ele entrou no meu quarto e me acordou, tive a maior surpresa da minha vida, aquele homem lindo me acordando dando tapas na minha bunda e dizendo:




- Acorda safado que eu já cheguei. - Pensei: esse é o cara que eu quero para me acordar todos os dias.


Ele entrou e ficou na net e eu despertei, disse que ia tomar um banho e depois a gente conversaria um pouco, foi quando ele perguntou porque eu não tomava banho de porta aberta assim a gente podia ficar conversando. Achei estranho, mas tudo bem.

No meio da conversa ele fala que tava doido porque fazia muito tempo que não dava pau a ninguém, muito menos comer alguém, só que ele usou essa expressão: comer alguém e não comer alguma gata ou coisa do tipo.

 
Fiquei olhando ele meio desconfiado e ele continuava falando que tava com maior tesão e seu eu não tinha nada para ele ver que pudesse aliviar seu tesão. Aí falei: Tem alguns sites pornôs nos meus favoritos - ele começou a olhar e viu um que era gay, aí disse:


- Tu curte sacanagem com homem é?

- Só com homens gostosos como você.

Foi a deixa. Ele levantou e já vi a barraca armada, entrou no banheiro, mas o cara se tornou um monstro na hora.

 


 - Se tu tava afim de levar na bundinha porque não falou logo? Me deixou aqui na mão um tempão podendo dar esse cuzinho para mim, agora tu vai levar nesse rabo para aprender a não perder tempo.


Me pegou pelo braço com tanta violência que fiquei assustado. Tirou a roupa e ficou batendo com sua rola que era enorme na minha cara, uma rola de 23cm e muito grossa, rosada, cheia de veias, linda e uma barriga que já sabia que era sarada, mas não tanto. Pôs-me de joelhos e começou a bater com a rola na minha cara me chamando de puta, depois me tirou do banheiro e me jogou na cama, começou a lamber meu rabo com aquela língua quente de macho, que só macho tem. E falou:

- Te prepara que vou atolar nesse rabo de uma só vez!

E colocou tudo mesmo, coloquei minha cabeça entre os travesseiros da minha cama para minha mãe não ouvir meus gritos de dor e prazer. Depois que entrou tudo ele começou a bombar sem pena, bombou tanto que meu cu começou a não agüentar e sangrou. Quanto mais ele via que tava doendo, mais ele bombava e dizia:

 
 - Minha menina é virgem e agora perdeu o cabaço de vez, tá vendo como é bom dar o rabo para um cavalo como seu macho aqui...


Fiquei doido com aquilo e me liberei, nem lembrava mais que tava sangrando e pedia mais rola e ele não se fez de rogado e dava rola para meu cu sedento. Quando me pôs de quatro na beira da cama, pensei que não ia agüentar. Ele começou a bombar mais forte e mais fundo, senti então que ele ia gozar e pedi para tomar aquele leite quente que tantas vezes me fez tocar uma punheta.


 
Ele tirou o pau do meu cu, abriu minha boca e despejou todo aquele leite de semanas acumuladas na minha boca que ficou cheia e me fez engolir tudo, eu não queria mais, mas ele me forçou e depois que eu bebi ele me deu um beijo que nunca mais vou esquecer e falou que eu era a puta mais gostosa que ele já comeu, e que nunca tinha comido ninguém que tivesse um rabo tão gostoso como meu.


Fomos para o banheiro tomar banho e lá ele me deu leite outra vez, e até hoje fudemos gostoso, quase todos os dias.





Por Ankvash@hotmail.com



 

Fonte:Casa da Maite http://www.casadamaite.com/node/5110




sábado, 23 de outubro de 2010